Você já ouviu falar sobre mídia programática? Mesmo que não, saiba que essa é uma tendência que você irá ouvir (e muito), pois é algo que está definitivamente crescendo.

É um mecanismo ainda pouco utilizado, mas que está revolucionando a maneira como a publicidade e o marketing online são feitos. A mídia programática, quando entendida e colocada em prática, traz diversos benefícios para um negócio.

Quer entender como é a mídia programática e como colocá-la em prática? Conheça tudo sobre esta tendência neste artigo.

O que é mídia programática?

A mídia programática é uma forma de segmentar o tipo de público no qual será exibido sua publicidade. Ou seja, uma automação do marketing.

Se hoje a grande maioria dos anúncios exibidos em sites e outros portais aparecem para qualquer um que acesse o site, a mídia programática ajuda a segmentar para cada usuário.

Assim, a segmentação pode abranger dados demográficos, como idade, sexo, posição social e geográficos em determinadas áreas. Como na pesquisa paga, também pode limitar os anúncios a horários do dia e à frequência de acesso.

Dessa forma, você paga apenas por anúncios eficazes, entregues às pessoas certas, no momento certo. Por isso, entender o que é mídia programática é mais do que automatizar o processo de publicidade, mas também economizar recursos e tempo.

Mas quem toma a decisão de onde serão exibidos os anúncios? O processo é feito por inteligência artificial, que faz as escolhas certas.

Em alguns casos, o processo também é combinado com lances em tempo real (RTB). A mídia programática oferece mais precisão e personalização da mensagem, o que na prática significa mais conversão e campanhas mais eficientes.

o que é mídia programática

RTB: Significado

Como citado acima, RTB são lances em tempo real. Vem da abreviação em inglês de Real-Time Bidding. E não é o mesmo que mídia programática.

O RTB é um tipo de mídia programática, mas nem toda mídia programática usa RTB. Então, qual é o real significado de RTB?

Os lances em tempo real referem-se à compra e venda de anúncios online, por meio de leilões em tempo real, que ocorrem no tempo que uma página da web demora para carregar.

Funciona a partir do momento no qual as informações sobre a página e o usuário são passadas por uma troca de anúncios, que as leiloa para o anunciante, disposto a pagar o preço mais alto por ela.

O vencedor, então, exibe seu anúncio quase instantaneamente, já que todo o processo leva segundos para ser concluído.

Como é realizado o processo de RTB?

As empresas contam com auxílio das DSP (Demand-side platform) para realizar este processo, como DataXu e InviteMedia.

Essas plataformas ajudam os anunciantes a decidir quais impressões de anúncios comprar e quanto dar nestes lances. Isso se baseando em diversos fatores, como quais sites em que aparecem e o comportamento anterior dos usuários.

A compra é feita de forma automatizada, e são mais usados por anunciantes e agências, que ajudam a comprar anúncios gráficos, de vídeo, móveis e pesquisa. O DSP torna o processo mais barato e eficiente.

DBM Google: Uma nova forma de fazer anúncios

Com o crescimento da mídia programática, o Google lançou sua própria plataforma programática. O DoubleClick Bid Manager, ou DBM, que é uma plataforma DSP que permite realizar compras usando o RTB.

Muitos já afirmam que o DBM Google é a solução mais completa de mídia programática, já que oferece um portfólio maior.

O DBM garante aos compradores de mídia a melhor oportunidade, para alcançar o mais alto nível de lance, segmentação e otimização, para o lançamento de campanhas publicitárias programáticas.

O DBM fornece acesso a 35 fornecedores terceirizados, o que permite a você encontrar usuários semelhantes aos visitantes atuais do seu site. Ou seja, os tipos de pessoas que estão pesquisando os produtos e soluções que você oferece, discriminados por segmentos demográficos ou de afinidade específicos.

Além disso, o DBM Google permite anunciar em todos os dispositivos (desktop, celular, tablete, smart TV). E ainda possui recursos de segmentação avançada, atingindo um público de alto valor, em uma velocidade impressionante.

Ele também oferece relatórios completos de mais de 35 dimensões e 50 métricas, para visualizar as métricas essenciais de uma campanha.

Assim, o DBM Google permite aprofundar a análise em tempo real e mensurar se suas campanhas estão convertendo leads.

dbm google

Trabalhando com Big Data

Em breve, a mídia programática se tornará uma necessidade. Porquê? Big Data. Se a mídia programática existe, é porque ela pode processar todas as informações fornecidas por soluções de big data.

A boa notícia é que as soluções programáticas podem trabalhar com Big Data para otimizar os gastos com anúncios.

Isso significa que, se você deseja executar uma campanha de marketing agressiva, em um subconjunto pequeno e bem definido do seu mercado, um sistema automatizado pode lidar com isso para você.

Alguns benefícios adicionais da mídia programática

Em primeiro lugar, é bom para o seu orçamento. A tecnologia programática cria eficiência, ao utilizar o aprendizado de inteligência artificial, para otimizar o sucesso da campanha. Evitando, assim, campanhas ineficazes.

  • Melhor segmentação

Você terá dificuldade em encontrar uma outra plataforma de tecnologia que permita segmentar tantas táticas diferentes, em vários dispositivos, em tempo real.

  • Gerenciamento simplificado de campanhas. 

A consolidação de campanhas em um sistema e em vários dispositivos e formatos, permite que você visualize o sucesso em um só lugar.

  • Fácil acesso a inventários de anúncios

Os anunciantes podem acessar o inventário ideal em várias trocas de uma vez e permitir que o algoritmo faça o trabalho pesado em lances.

A mídia programática é o futuro do marketing digital?

A publicidade programática permite que os profissionais de marketing canalizem mais eficazmente as mensagens entre os canais desejados e otimizem o compartilhamento de atenção. Permite ainda que eles alcancem os mercados e dados demográficos mais desejados e usem os dados para identificar novas oportunidades.

Por meio da automação e do aprendizado de inteligência artificial, a mídia programática cria um ambiente que permite aos profissionais de marketing alcançarem seus públicos mais significativos. Isso com mais eficiência do que nunca e usando a mídia digital para oferecer os melhores resultados.

No entanto, programática não é o futuro da publicidade, ela já é o presente. Se você não está aproveitando seu potencial em alguma campanha da sua empresa, já está perdendo a oportunidade de economizar dinheiro e ver melhor desempenho em suas campanhas de publicidade on-line.

E você, já utiliza a mídia programática de alguma forma? Ou ainda não conhecia o conceito?

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+